Comentários

(25)
M
Mario Capella
Comentário · ano passado
Você pode tentar acessar meu.inss.gov.br e se cadastrar no sistema. Para fazer isso tenha todos os seus dados trabalhistas, empresariais e previdenciários à disposição porque terá que responder várias perguntas para que possa cadastrar sua senha. Caso responda algo incorretamente ou não saiba a resposta então é melhor procurar uma agência da Previdência ou falar antes no 135. Depois que conseguir se cadastrar poderá acessar o referido site e obter diversas informações; Exemplo o "Extrato Previdenciário (CNIS)" fornece dados de todos os seus empregadores e também de suas contribuições individuais. Pode ser que o CNIS não disponibilize dados antigos porque não havia informatização. Nesse caso a documentação física é necessária, tipo CTPS, carnês, guias, etc... Ao logar esse site terá as opções básicas: Aposentadorias, Salário Maternidade, Extrato Previdenciário, Simulação do Tempo de Contribuição, Agendamentos/Requerimentos, Histórico de Crédito de Benefício, Carta de Concessão, Agendar Perícia, Resultado de Perícia, Extrato de Empréstimo Consignado, Extrato Imposto de Renda, Consulta Declaração de Benefício, Consulta Revisão de Benefício, Encontre uma Agência e ... Alterar dados de Contato; OU seja, bem amplo. E, como comenta o Dr. Diego Idalino Ribeiro, autor da publicação, cadastrar-se, logar e trabalhar dentro desse sistema pode ser um grande problema para muitas pessoas. Nesse caso também sugiro ligar para o 135 e, persistindo a dúvida, lançar mão de uma assessoria jurídica. Um abraço e boa sorte!
M
Mario Capella
Comentário · ano passado
Concordo. A sociedade deve zelar por cidadãos portadores de doenças raras assim como deve cuidar daqueles com doenças reversíveis ou controláveis. Esse dia será celebrado então no último dia de fevereiro. Espero que traga luz, notadamente a nossos governantes, para que gerenciem mais adequadamente nossos recursos e não se esqueçam dessas pessoas que merecem todo o respeito. E por falar nisso, embora o Autismo que, parece, também seja considerada uma doença rara, temos o dia Nacional de Conscientização sobre o Autismo, Lei 13.652 de 13/04/2018, sancionada pela Presidente da República em exercício, Cármen Lúcia! Viva Cármen! O Autismo, dependendo do nível, pode ser controlado e o indivíduo portador pode ser integrado plenamente e pode efetivamente se tornar produtivo e alguns até mais do que isso. O autismo agressivo também pode ser tratado e controlado para que a qualidade de vida seja a melhor dentro da possibilidade. Parabéns pelo artigo!
M
Mario Capella
Comentário · ano passado
Quase sem comentário...
99. Memorandum From Director of Central Intelligence Colby to Secretary of State Kissinger 1
Washington, April 11, 1974.
SUBJECT
Decision by Brazilian President Ernesto Geisel To Continue the Summary Execution of Dangerous Subversives Under Certain Conditions
1. [1 paragraph (7 lines) not declassified]

2. On 30 March 1974, Brazilian President Ernesto Geisel met with General Milton Tavares de Souza (called General Milton) and General Confucio Danton de Paula Avelino, respectively the outgoing and incoming chiefs of the Army Intelligence Center (CIE). Also present was General Joao Baptista Figueiredo, Chief of the Brazilian National Intelligence Service (SNI).

3. General Milton, who did most of the talking, outlined the work of the CIE against the internal subversive target during the administration of former President Emilio Garrastazu Médici. He emphasized that Brazil cannot ignore the subversive and terrorist threat, and he said that extra-legal methods should continue to be employed against dangerous subversives. In this regard, General Milton said that about 104 persons in this category had been summarily executed by the CIE during the past year or so. Figueiredo supported this policy and urged its continuance.

4. The President, who commented on the seriousness and potentially prejudicial aspects of this policy, said that he wanted to ponder the matter during the weekend before arriving at any decision on [Page 279]whether it should continue. On 1 April, President Geisel told General Figueiredo that the policy should continue, but that great care should be taken to make certain that only dangerous subversives were executed. The President and General Figueiredo agreed that when the CIE apprehends a person who might fall into this category, the CIE chief will consult with General Figueiredo, whose approval must be given before the person is executed. The President and General Figueiredo also agreed that the CIE is to devote almost its entire effort to internal subversion, and that the overall CIE effort is to be coordinated by General Figueiredo.

5. [1 paragraph (12½ lines) not declassified]

6. A copy of this memorandum is being made available to the Assistant Secretary of State for Inter-American Affairs. [1½ lines not declassified] No further distribution is being made.

W.E. Colby
Summary: Colby reported that President Geisel planned to continue Médici’s policy of using extra legal means against subversives but would limit executions to the most dangerous subversives and terrorists.

Source: Central Intelligence Agency, Office of the Director of Central Intelligence, Job 80M01048A: Subject Files, Box 1, Folder 29: B–10: Brazil. Secret; [handling restriction not declassified]. According to a stamped notation, David H. Blee signed for Colby. Drafted by Phillips, [names not declassified] on April 9. The line for the concurrence of the Deputy Director for Operations is blank.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Mario

Carregando

Mario Capella

Entrar em contato